You are missing some Flash content that should appear here! Perhaps your browser cannot display it, or maybe it did not initialize correctly.

Arranca a construção do sistema de cabo submarino EllaLink

10 de Janeiro de 2019 (Todo o dia)

A EllaLink e Alcatel Submarine Networks (ASN) anunciaram esta quinta-feira, 10 de janeiro, o início da construção do sistema de cabos submarinos programado para iniciar operação em 2020, para satisfazer a procura de tráfego entre a Europa e a América Latina.

Este projecto, de que a Cabo Verde Telecom faz parte, é um cabo submarino de quatro pares de fibra de última geração, “de grande importância para Cabo Verde”, que liga centros de dados em Madrid, Lisboa, Marseille, Fortaleza e São Paulo, e irá fornecer conectividade submarina expressa e oferecer o primeiro par de fibras sempre directa entre os dois continentes.

O presidente do conselho de administração (PCA) da Cabo Verde Telecom, citado numa nota de imprensa divulgada pelo gabinete de Comunicação e Imagem daquela empresa considerou já que “Cabo Verde goza de uma posição geopolítica única no Atlântico, equidistante entre a Europa e a América Latina e perto da Costa Africana, com um compromisso estável e sólido de ordem e democracia, o que faz com que seja o hub ideal para interligar esses territórios”.

José Luís Livramento explicou, na ocasião, que “a EllaLink trabalhou lado a lado com a CVTelecom ao longo dos últimos anos para garantir que Cabo Verde beneficie desta oportunidade única de garantir e aumentar a sua conectividade internacional” altamente competitiva.

“Investir no sistema EllaLink posicionará Cabo Verde como um dos líderes na transformação digital da região”, tinha dito o PCA da CVTelecom, citado pelo comunicado.

O documento adianta que, com esta nova conectividade, as ilhas de Cabo Verde terão maior diversidade e resiliência dentro da infra-estrutura de telecomunicações, bem como acesso à capacidade que contribuirá para a rápida evolução do crescimento da Internet e dados 5G na região.

Fonte: https://expressodasilhas.cv/economia/2018/06/13/novo-cabo-submarino-entr...

Na fase inicial, Cabo Verde disporá de uma capacidade de 200 Gbps para o Continente Americano e de 200 Gbps para a Europa.

ESTAMOS LIGADOS!